Professores: aulas e outras oportunidades.

Será que a expectativa dos professores com uma estabilidade é tão desproporcional quanto o salário que recebem pelo seu trabalho em sala de aula e fora dela? São muitas as promessas feitas para os profissionais que atuam desde a rede básica até o ensino superior, e todas parecem que vão parar em alguma gaveta no meio de tantas outras. O resultado é a frustração. Isso tudo impacta na motivação do professor para continuar com o seu compromisso com a educação.

Dia do professor

Carga horária contratual de 40h semanais e trabalhar cerca 60h ou mais, para dar conta de tudo que envolve esse ofício. A parte que todo mundo vê está na sala de aula, a outra parte é extraclasse: correção de provas e trabalho, atualização da caderneta, planejamento de aula, investimento na sua qualificação e adaptação de conteúdo para cada classe. Isso tudo parece invisível aos olhos dos alunos e dos gestores.

Certa vez uma professora entrou em contato comigo querendo contratar meus serviços para uma orientação de carreira. Deixou claro que não tinha como pagar 100% pela hora consultoria. Entendi. Esse foi até o ponto de partida para criação de um programa de consultoria dedicado aos professores, mas isso é uma outra história. Conseguimos chegar a um ponto comum, para um desconto e iniciamos o trabalho.

A paixão pelo ofício de ensinar sempre esteve presente com ela, mas não estava realizada pessoalmente e profissionalmente, por questões salariais. Imagina trabalhar 03 turnos diários, além da dedicação aos finais de semana e feriados, e não ter uma remuneração compatível com outros setores do mercado de trabalho. Fiz uma série de provocações e análises, para poder identificar o que poderia ser feito para que a sua profissão fosse o ponto de partida para novos desafios, sem abandonar o seu talento para sala de aula. Três pontos eram desafiadores para ela no quesito da educação: o seu desafio numa formação continuada, o desafio salarial e a falta de reconhecimento na sua dedicação extraclasse.

A minha inquietação e entusiasmo sempre se fundem quando enxergo caminhos potenciais para o meu cliente ampliar seu horizonte profissional. Mas antes de tudo é preciso mapeamento e planejamento. Tudo alinhado com o seu perfil profissional e comportamental. Essa professora em questão tinha prazer de ensinar e encarava, também, como uma missão revolucionária. A sua criatividade era vista nas adaptações da metodologia para a sala de aula. Assim como ela enxergava o profissional de educação como um ser integrado, ela queria motivar seus alunos não só entenderem o mundo, mas no processo de autoconhecimento das próprias habilidades. A sua área de atuação era voltada para o ensino médio.

A sua primeira intenção era começar a lecionar no ensino superior e em alguma outra atividade, que lhe fosse prazerosa, mas que trouxesse um resultado financeiro maior do que ela já havia conseguido até os seus 30 anos recém completados. Ao tempo que fui desenvolvendo esse trabalho com ela, em uma das sessões me confessou o entusiasmo com as novas possibilidades. Ela disse que se sentia como ela queria que seus alunos se sentissem: motivados pelo autoconhecimento e pelo compromisso consigo mesmo. Nesse caso ela estava comprometida com a sua evolução profissional. Menos de 06 meses se passaram e ela já estava matriculada no mestrado e se colocando à disposição para faculdades. Algo que ela conseguiu no semestre seguinte. Um outro aspecto surpreendente para ela foi encontrar um caminho para consultoria pedagógica. Mas esse já foi o início de um novo ciclo do nosso trabalho.

Muitas vezes, em várias áreas de atuação, vejo profissionais esperando que alguém se responsabilize pela sua evolução profissional. Mas sempre falo que o cargo e suas melhorias de condições de trabalho dependem da empresa ou instituição onde cada pessoa trabalha. Mas a carreira é uma outra história: ela lhe pertence e cabe a você aprender mais sobre si mesmo e si mesma e saber qual o direcionamento vai dar, para ampliar as possibilidades de atuação e conseguir melhores resultados. Apropriar-se da sua competência técnica e das suas habilidades faz toda a diferença quando se quer crescer profissionalmente.

Você pode entrar em contato para evoluir na sua carreira, posicionar-se melhor no mercado de trabalho ou na empresa que você trabalha. Atendimento presencial e online (com desconto) No mês de outubro os professores têm desconto especial. É só enviar um e-mail no formulário no fim dessa página.

Cristiano Saback Coaching Consultoria PAlestrante motivacional

*Cristiano Saback é um entusiasta de pessoas. Atua como consultor de carreira e palestrante há mais de 20 anos. Atende clientes que buscam desenvolvimento profissional e motivação para resultados. Formado em comunicação, é também  pós-graduado em psicologia analítica, em psicopedagoia e em potenciais da imagem. Além das suas formações em assessment e  em análise comportamental. Apresenta o programa Carreira & Sucesso na Educadora FM, diretor do Instituto Inteligência Interpessoal e dá palestra e treinamentos para pequenas, médias e grande empresas. Entre seus maiores clientes: Natura, Claro Brasil, OAB, Embasa, Sheraton, etc.

*Os fatos são reais. Os nomes e locais onde ocorreram essa experiência são modificados.